19 3305.1153 • Rua Uirapuru, 615. CEP 13082-706. Jardim São Gonçalo, Campinas – SP, Brasil.

Sobre Energia Solar

Os Sistemas Solares Fotovoltaicos são uma solução indicada para quem quer reduzir sua conta de luz e ao mesmo tempo contribuir com o meio ambiente, gerando energia limpa e sustentável. São compostos por dois equipamentos principais: Os painéis solares fotovoltaicos que geram energia elétrica, em corrente contínua, ao serem expostas ao Sol; E o inversor, que transformará a corrente contínua gerada pelos painéis para corrente alternada, igual à fornecida pela distribuidora Assim a eletricidade solar pode ser utilizada normalmente em eletrodomésticos e lâmpadas.

O Brasil é um local privilegiado para o uso da energia fotovoltaica devido à abundância de Sol, altas tarifas de eletricidade, o que a torna extremamente atrativa para os consumidores, e também para o país, com a geração de emprego, retorno em impostos pagos e benefícios para a rede elétrica e também para o meio ambiente.

Benefícios

Reduz o valor da conta através de créditos de energia quando conectado à rede

Contribuição para um mundo mais limpo e sustentável

Agrega valor ao imóvel

Reduz as perdas na transmissão de energia

Proteção contra aumento das tarifas de energia e bandeiras tarifárias

Durabilidade de mais de 25 anos e requer pouquíssima manutenção

Funciona de forma silenciosa e não poluente, sem necessidade de operação e grandes obras

Soluções para a sua residência

Sistema Conectado à Rede

O sistema conectado à rede é recomendado para instalações em residências e empresas. Possui instalação simplificada e baixa manutenção. Com a Resolução 482 da ANEEL é possível conectar o sistema fotovoltaico à rede da distribuidora, reduzindo o consumo ao gerar sua própria energia, além de poder utilizar a energia da distribuidora a noite, dispensando o uso de baterias.

Quando o sistema estiver gerando energia, ela será consumida no local, pelas cargas e equipamentos da residência. No caso do sistema gerar mais energia do que estiver sendo consumido, o excedente é injetado na rede, gerando créditos de energia. Durante a noite, quando os painéis não recebem radiação solar, a energia da rede é utilizada. Dessa forma, ao final do mês, o cliente irá pagar o balanço entre a energia consumida da rede e a energia injetada na rede, utilizando os créditos para abater o consumo. E se for gerado mais créditos do que a energia consumida, eles podem ser utilizados nos meses seguintes, tendo uma validade de 60 meses para serem abatidos na conta de luz. conforme previsto pelo sistema de compensação de energia elétrica da Resolução Normativa 482/2012 da ANEEL.

Autoconsumo Remoto

A resolução 482 da ANEEL também permite que os créditos de energia sejam utilizados em outros imóveis, contanto que estejam no mesmo CNPJ ou CPF e na mesma distribuidora de onde os créditos foram gerados. Este modelo é chamado de autoconsumo remoto. Assim, é possível abater o consumo de uma outra casa ou até mesmo de um apartamento com um único sistema fotovoltaico.

Geração compartilhada

A geração compartilhada é uma modalidade criada com a Resolução 482 da ANEEL, que aperfeiçoou a Resolução 482, que prevê que a partir de um investimento coletivo, como em um consórcio ou uma cooperativa, os clientes podem instalar uma micro ou mini usina solar para que cada unidade consumidora utilize a energia para a redução da conta de luz como se fossem um único consumidor. Esta usina pode estar instalada tanto no telhado de um dos membros do consórcio, como em um local remoto, que possua um melhor potencial solar, área disponível, e que seja abastecida por uma mesma companhia de eletricidade.

Quer conhecer melhor essa solução? Conheça a nossa Cooperativa do Sol.

Múltiplas Unidades Consumidoras

A resolução 482 da ANEEL também criou a possibilidade de condomínios utilizem energia solar! Nestes casos, é possível instalar um sistema fotovoltaico no condomínio e utilizar a energia gerada para reduzir a conta de luz das áreas comuns ou dos próprios condôminos.

ENTRE EM CONTATO E SOLICITE UM ORÇAMENTO