Case: Energia Solar no Agronegócio - Solsticio Energia | Projetos e Soluções em Energia Solar Fotovoltaica

Portal Solstício Energia

Case: Energia Solar no Agronegócio

Capa da matéria: Energia Solar no Agronegócio, mostrando o sistema solar fotovoltaico finalizado.

Energia Solar no Agronegócio : A solução solar para esta e para as próximas gerações da Usina Santa Lúcia

A energia é um custo fixo de toda a empresa, e não é diferente para a Usina Santa Lúcia. Com mais de 70 anos, a empresa que já está acostumada com a geração de energia, resolveu investir na energia solar. As condições de financiamento, o espaço disponível e os altos gastos com energia tornaram possível a energia solar no agronegócio e neste artigo, vamos contar a história do primeiro sistema solar da Usina Santa Lúcia.

A Usina Santa Lúcia é uma agroindústria do setor sucroenergético, que produz açúcar, etanol, melaço e energia elétrica a partir da biomassa. Atualmente, a administração já está na quarta geração, acumulando histórias, superação e acima de tudo muito trabalho.

A identificação de oportunidades de melhoria

Energia Solar no Agronegócio - Telhado do galpão

De acordo com Rafael Ometto, a diretoria da empresa possuía a necessidade de reduzir os custos por conta da a alta tarifa de energia elétrica da região. Por conta disso a solução via energia solar foi sugerida à diretoria, que demonstrou interesse prontamente. A Solstício Energia foi a empresa indicada para realizar o projeto e instalação da usina solar fotovoltaica e assim que foi contatada já iniciou os trabalhos de análise para que a melhor solução fosse apresentada à diretoria.

O engenheiro Douglas Geraldi, um dos sócios da Solstício Energia, foi o responsável pelo atendimento e estudo para a elaboração da proposta comercial para a Usina Santa Lúcia. Após uma extensa análise, Douglas apresentou para a diretoria os pontos vitais do projeto: A superfície foi escolhida em função da capacidade de geração pela área do telhado, a análise estrutural do galpão, o montante a ser investido, o tempo payback do sistema, etc.

Assim, a fazenda Empyreo, que é uma base de apoio das operações agrícolas da Usina Santa Lúcia, foi a escolhida para receber o primeiro sistema solar fotovoltaico da empresa. A fazenda Empyreo ocupa uma área de 15.000 m², onde a unidade que recebeu o sistema solar fotovoltaico é o edifício Lavador de autos, um galpão com telhado metálico de 15m de altura .

A etapa do kick-off e solução da equipe de engenharia da Solstício Energia 

A nossa equipe recebeu com muita alegria a oportunidade da realização do projeto solar da Usina Santa Lúcia, e o trabalho foi regado de atenção, e seriedade, assim como todos os projetos que desenvolvemos.

Após a etapa de negociação e venda e com o contrato assinado por ambas as partes, foi chamada a Reunião de Kick-off de Projeto. Esta reunião é uma das etapas mais importantes e diferenciais para a equipe da Solstício Energia.  É nela que todas as informações do cliente são passadas para a equipe de engenharia e para equipe de operações, mitigando assim qualquer problema de comunicação entre a venda e a execução do projeto.

Nesta reunião, houve uma discussão técnica relativa aos equipamentos utilizados, a melhor forma de disposição e divisão elétrica dos painéis fotovoltaicos e dos detalhes relativos ao içamento dos painéis até a cobertura que eles seriam instalados. Também foram abordados todos os detalhes de segurança do trabalho necessários para a garantia da segurança de todos os colaboradores e envolvidos.

Após as informações técnicas iniciais discutidas em reunião, a equipe de engenharia faz um estudo detalhado da documentação técnica, realiza o dimensionamento de todos os materiais e cabos a serem utilizados no projeto, além de definir e alinhar com o cliente o local do inversor, a passagem de toda a infraestrutura elétrica. Após isso toda a documentação de projeto e desenho para a execução em campo e para a regularização na concessionária local de Energia Elétrica é gerada.

A equipe de engenharia da Solstício Energia conta com as especialidades de engenharia elétrica, civil e arquitetura.

Ficha: Usina solar fotovoltaica da Usina Santa Lúcia

Potência cc /ca : 40,2kWp / 30kW

Número de painéis : 120 painéis

Potência dos painéis: 335Wp

Área total disponível na cobertura do galpão: 375m²

Geração prevista: 57,8MWh/ano

Energia Solar no Agronegócio -

O trabalho duro da operação e da equipe de instalação

Após finalização do projeto executivo e aprovação por parte do cliente começa efetivamente o trabalho de operações. Primeiramente a equipe analisa todo o projeto para que não haja nenhuma dúvida em campo. Após isso pode-se planejar cada uma das etapas de instalação individualmente, considerando tanto o projeto como as informações levantadas na visita técnica e no cenário de campo.

Içamento: Considerando a parte física da instalação essa etapa costuma ser a maior fonte de problemas. A equipe analisou qual a melhor maneira de levar os módulos até o telhado de maneira rápida, eficiente e principalmente segura. No caso da Usina contamos com um caminhão munck com cestinha e operador para fazermos a movimentação dos módulos e de pessoal.

Telhado: Definido como iremos levar os módulos até o telhado a próxima etapa é analisar a estrutura de fixação. Também é nessa hora que pensamos em como montar e onde instalar as linhas de vida que irão proteger a equipe e os demais envolvidos em caso de quedas.

Passagem de cabeamento e infraestrutura elétrica: Outro ponto que demanda a nossa atenção é o planejamento da infraestrutura elétrica e da passagem de cabeamento CC e CA. Nessa etapa a experiência dos nossos instaladores conta muito e quase sempre eles têm sugestões em campo para facilitar ou melhorar o projeto. Apesar de o caminho para a infraestrutura elétrica não ser dos mais fáceis nesse projeto nossa equipe conseguiu encontrar maneiras de facilitar o trabalho e melhorar a estética final da instalação.

Conexões e Proteções: O último ponto que a equipe analisa são as conexões e proteções do sistema. Uma das primeiras preocupações é o ponto de conexão entre o inversor e a rede elétrica do cliente. Nessa etapa muitas vezes precisamos alinhar com o cliente o melhor dia e horário para efetuar um desligamento da rede, de maneira que a equipe possa fazer a conexão de maneira rápida e segura. Mais uma vez a experiência da nossa equipe nos é o diferencial para definir a melhor maneira de fazer a conexão.

Sistema pronto, gerando resultados 

A instalação do sistema durou 12 dias e você pode conferir todo o processo de instalação no vídeo abaixo! O sistema de 40,2kWp deve gerar uma média de 57,8MWh/ano para a Usina Santa Lúcia, e os seus diretores não poderiam estar mais felizes!

 

 

O Guia do Financiamento Solar

A Revisão das Bandeiras Tarifárias

O impacto financeiro de uma gestão energética eficiente

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Comentários