Petrobras investe em energia solar - Painéis Solares Flexíveis

Portal Solstício Energia

Petrobras investe em energia solar – Painéis Solares Flexíveis


Os painéis flexíveis e a importância da pesquisa para o avanço de tecnologias e da economia

A pesquisa tem um papel essencial no desenvolvimento tecnológico e econômico de qualquer área, sendo imprescindível o investimento e apoio para que a tecnologia impacte positivamente uma grande parcela da sociedade. A Petrobras em parceria com o Centro Suíço de Tecnologia e Microtecnologia Brasil (CSEM Brasil) firmaram um convênio objetivando o desenvolvimento de um composto químico para produção de painéis solares flexíveis.

A tecnologia de painéis flexíveis visa ampliar as possibilidades de aplicação dos sistemas solares fotovoltaicos, buscando eficiência aliada a adaptabilidade em diversos tipos de superfície, maior facilidade de produção, menores preços, além de benefícios de ordem estética.

As chamadas aplicações BIPV (Painéis Solares Integrados à Construção) onde o sistema solar se confunde com a estrutura de edifícios, seriam as maiores beneficiadas com o avanço desta pesquisa. Atualmente a maior parte das aplicações BIPV utilizam células de silício policristalinos ou monocristalino.

Exemplo de um sistema BIPV – O Laboratório de Energias Renováveis da PUC Campinas 

No ano de 2017 a Solstício Energia instalou um sistema BIPV na PUC Campinas, inaugurando assim o seu Laboratório de Energias Renováveis. Toda a cobertura do edifício é feita de painéis solares onde, na parte interna, todas as conexões elétricas e equipamentos ficam à mostra para o aprendizado dos alunos de diversos cursos. O laboratório pode ser visitado no Campus 1 da PUC Campinas.

Para quem quer se aprofundar no assunto

O site Inovação Tecnológica, especializado em publicações técnicas de altíssima qualidade produziu uma matéria explicando um pouco mais sobre a tecnologia e as parcerias envolvida nesta pesquisa da Petrobras:

“Em lugar dos semicondutores tradicionais, as células solares são fabricadas na forma de “tintas” à base de carbono – por isso chamadas de eletrônica orgânica.”

Confira a matéria completa aqui.

Se quiser saber mais sobre tecnologias de painéis flexíveis, sugiro este artigo: Células solares flexíveis batem dois recordes de eficiência

 

 

https://www.solsticioenergia.com/2019/05/24/a-revisao-das-bandeiras-tarifarias/

A MUDANÇA DAS BANDEIRAS TARIFÁRIAS

REAJUSTES TARIFÁRIOS 2019 – CEMIG

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Comentários