A proposta de reconstruir Porto Rico com energia solar - Solstício Energia

Portal Solstício Energia

Por que Elon Musk está oferecendo painéis solares para Porto Rico enquanto a população luta para conseguir água?


Porto Rico com energia solar: Elon Musk é um dos interessados em ajudar na reconstrução de Porto Rico. Foto do CEO da Tesla.

À luz dos danos causados à rede elétrica da ilha pelo furacão Maria, pessoas como o CEO da Tesla, Elon Musk, estão vendo a crise como uma chance para Porto Rico com energia solar se afastar de sistemas de energia elétrica centralizados e vulneráveis. (Carla Gottgens / Bloomberg News; adaptado de The Washington Post)

Elon Musk tem grandes sonhos para Porto Rico. Na quinta-feira, o chefe executivo da Tesla disse que discutiria a construção de uma rede solar de alta tecnologia para a ilha com o governador porto-riquenho, Ricardo Rosselló.

“Vamos conversar”, Rossello tweetou para Musk.

“Eu ficaria feliz em conversar”, respondeu Musk. “Espero que Tesla possa ser útil”.

Enquanto a idéia de Musk não resolveria a crise atual de Porto Rico – 90 por cento da ilha ainda está sem energia, e muitas pessoas estão tendo problemas para obter água limpa – ela poderia colocar a ilha no caminho da energia renovável e sustentável, reduzindo sua dependência dos combustíveis fósseis importados e proporcionando o reforço de sua economia.

De acordo com o escritório de Rossello, o furacão Maria derrubou linhas de energia e desabilitou outras infra-estruturas críticas. A companhia de eletricidade de Porto Rico já estava debilitada. Em julho basicamente pediu falência, afirmando que devia US $ 9 bilhões e precisava de US $ 4 bilhões para renovar suas antigas usinas, que têm em média 40 anos.

Isso foi antes do furacão Maria ter atingido a ilha. Agora, à luz do dano à rede elétrica de Porto Rico, pessoas como Musk estão vendo a crise como uma chance para a ilha se afastar de sistemas de energia elétrica centralizados e vulneráveis.

Com a ideia de reconstruir Porto Rico com energia solar, Elon Musk se posiciona no Twitter dizendo que "o time da Tesla já fez o mesmo para ilhas menores ao redor do mundo", mas não há limite de escala, então pode ser feito em Porto Rico também".

No Twitter, Musk afirmou que “O time da Tesla já fez o mesmo para muitas ilhas menores ao redor do mundo”.

Entre as “muitas ilhas menores”, Musk está se referindo à ilha de Ta’u em Samoa Americana. No ano passado, Tesla disse que conectou Ta’u com milhares de painéis e baterias solares que atenderiam quase todas as necessidades energéticas de seus 600 residentes. Foi um exemplo de como, nas condições corretas, uma população insular poderia ser quase totalmente independente dos combustíveis fósseis.

De acordo com Musk, não há motivo para que algo semelhante não pudesse ser alcançado em Porto Rico, que tem perfeita noção do que está propondo.

Cientistas e especialistas em energia dizem que uma rede distribuída que não depende de uma única usina para geração de energia pode ajudar as regiões insulares vulneráveis, como o clima do Caribe, de fortes tempestades como furacões Irma ou Maria.

 

Os painéis solares, que podem armazenar sua energia em baterias e serem ligados em redes elétricas locais ou regionais, são um exemplo de uma tecnologia que poderia difundir o risco potencial em uma população. E em latitudes tropicais, você obtém o máximo do potencial solar: os painéis fotovoltaicos são mais eficazes na geração de energia do que em latitudes mais altas.

Os benefícios econômicos a longo prazo poderiam ser igualmente transformadores. Como Chris Mooney, do The Washington Post, informou, os residentes da ilha enfrentam alguns dos preços mais altos da energia no mundo, uma vez a grande maioria de seu combustível deve ser importado. Reduzir esses custos de combustível ao mudar para energia solar ou eólica poderia colocar essas economias insulares em uma trajetória mais positiva.

“Quando enfrentamos o tipo de destruição da infraestrutura que vimos nesta temporada de furacões, só faz sentido dar uma pausa antes de reinvestir de novo no mesmo sistema que provou ser vulnerável”, disse Gwen Holdmann, que dirige o Centro do Alasca para Energia na Universidade do Alasca em Fairbanks, disse a Mooney. “Se o sistema de [Porto Rico] fosse redesenhado em torno de microredes que incorporassem a produção de energia local, ainda haveria perdas, mas o número e a duração das interrupções devido a eventos climáticos severos diminuirão”.

Portanto, não é surpreendente que os defensores do sistema solar como Musk estão chegando a Porto Rico.

Fonte: The Washington Post

 

Leia também:

China – O que esperar da líder solar

A nova era da energia solar

O verão mais verde do Reino Unido

Grandes Construções Solares

Comentários

Comentários