Avanço da energia solar supera qualquer combustível - Solstício Energia

Portal Solstício Energia

A energia fotovoltaica cresceu mais rapidamente do que qualquer outro combustível em 2016


AIE: O avanço da energia solar fotovoltaica abre uma nova era para a tecnologia de acordo com o relatório “Renewables – 2017”, lançado nessa quarta-feira.

 

Quebrando recordes mais uma vez, o perfil das energias renováveis no ano passado pautam o futuro que a  Agência Internacional de Energia (AIE) defende, mostrando que estamos formando a base para a nova matriz energética mundial. Grande parte dessa conquista vem pelo avanço da energia solar fotovoltaica na China, que impulsiona a redução de custos e a criação de políticas favoráveis à tecnologia.

As adições em renováveis representaram dois terços da nova capacidade em energia elétrica no ano passado. Em números, o relatório mostra que foram 165 GW chegando na rede. Só a energia fotovoltaica cresceu 50% no ano passado, com 74 GW. As adições da energia solar superaram inclusive o crescimento do carvão na matriz elétrica, marca inédita e comemorada. Outro momento importante da indústria solar foram os leilões com preços  tão baixos quanto USD 30/megawatts por hora (MWh).

Foto com paineis fotovoltaicos, turbinas eólicas e céu crepuscular indicando o avanço da energia solar e outras renováveis.

Shuetterstock/Jaroslava V

 

Os líderes solares

A China é, sem dúvidas, o líder solar atual. O país é elemento chave no desenvolvimento do mercado fotovoltaico e é responsável por 40% do crescimento global em renováveis. Não só já alcançou seu objetivo em energia solar de 2020, como é líder mundial em energia hidrelétrica, bioenergia e carros elétricos.

A previsão otimista da AIE sobre o crescimento das renováveis para os próximos cinco anos, de 43%, vem da capacidade da China em guiar o mercado mundial nessa direção. O país é responsável por 60% da demanada mundial em energia solar fotovoltaica. A China está se afastando do programa feed-in-tariff  para novas políticas, além de investir em novas linhas de transmissão e na expansão da geração distribuída. Essas mudanças prometem acelerar ainda mais o mercado solar.

Para se ter noção, a energia fotovoltaica na China poderia atingir um total de 320 GW até 2022, mostra o relatório, o equivalente à capacidade total do Japão. Isso também tem implicações globais: combinado com possíveis melhorias políticas e regulatórias em outros países-chave, como Índia, Japão e Estados Unidos, a capacidade cumulativa solar mundial poderia quase triplicar para 880 GW até 2022.

Os Estados Unidos continuam como o segundo mercado que mais cresce, mas a AIE mostra que a incerteza frente reformas fiscais colocam em risco as previsões feitas pelo relatório. Outro mercado de destaque é o indiano. A Índia ultrapassou a União Europeia na adição de renováveis e está no caminho para ultrapassar os Estados Unidos nos próximos cinco anos.

 

Agente de mudança

A energia solar fotovoltaica traz não só um valor ambiental muito grande, como pode exercer impacto social. De acordo com o relatório da AIE, o crescimento da tecnologia no mundo contribuiu para a eletrificação de regiões na Ásia e na África subsaariana.

Acredita-se que no período de previsão do relatório, programas governamentais e iniciativas privadas proporcionarão 3 000 MW em capacidade solar para essas regiões isoladas. É apenas uma pequena parcela da capacidade solar instalada no mundo, mas poderá trazer serviços básicos para quase 70 milhões de pessoas.

 

A nova era e o avanço da energia solar

Para os próximos cinco anos, a energia fotovoltaica representará as maiores adições de capacidade anual para renováveis, bem acima da energia eólica e hidráulica. Esse marco é impulsionado por reduções contínuas de custos de tecnologia e dinâmicas de mercado sem precedentes na China, como conseqüência das mudanças nas políticas. Como resultado, até 2022, a capacidade total de energia solar em todo o mundo atinge 740 GW na previsão de casos principais, que é mais do que as capacidades combinadas de potência total da Índia e do Japão hoje.

 

Dados do sumário executivo do relatório “Renewables 2017” da AIE

Leia também:

Retângulo de fundo cinza com uma ilustração do planeta terra ao centro, ocupando boa parte do quadro. Sobreposta à Terra, está uma faixa laranja com três ícones: o primeiro é um sol e um painel fotovoltaico, o segundo é uma torre de transmissão do setor elétrico e o ultimo é uma tomada com um círculo de folhas ao seu redor.

Setor elétrico, mudanças climáticas e o Acordo de Paris

O verão mais verde do Reino Unido

China – O que esperar da líder solar

Capa: a energia solar fotovoltaica é a sua solução.

A energia solar fotovoltaica: a sua solução.

 

Comentários

Comentários