As diferenças entre energia solar térmica e fotovoltaica - Solstício Energia

Portal Solstício Energia

Qual a diferença entre a energia solar térmica e a fotovoltaica?

Foto de dois sistemas solares divididos ao meio por um x branco. O sistema do lado direito é um sistema térmico e o do esquerdo é um sistema fotovoltaico. Capa do post de energia solar térmica e fotovoltaica.

Com a expansão das energias renováveis no mundo inteiro, uma das fontes mais utilizadas é a solar. O uso do sol como recurso energético pode ter fins diferentes, dividindo-se entre energia solar térmica e fotovoltaica.
Em uma visão geral, a energia solar não fica somente na dianteira de potência instalada, como também no número de empregos que gera e na flexibilidade de uso, sendo aplicada em residências e usinas.

A energia solar térmica

Conjunto de paineis solares térmicos instalados no solo com uma estrutura metálica. A foto foi tirada na diagonal da cena, na altura média de um observador. É possível ver duas fileiras de aproximadamente dez paineis cada. Ao fundo, céu azul. Foto no post de energia solar térmica e fotovoltaica.

Sistema térmico solar

A energia solar térmica usa o sol para aquecer um fluido. Os painéis ou coletores solares possuem dutos em que o fluído é aquecido e posteriormente acumulado em um tanque térmico chamado boiler. A energia solar térmica é normalmente usada para produzir água quente para banho, aquecimento de ambientes ou processos industriais. São extremamente eficientes e reduzem em até 80% o consumo de energia relativo ao aquecimento da água.

Entre 2010 e 2015, o Brasil foi um dos cinco países com maior adição de energia solar voltada para aquecimento. Ainda assim, o crescimento foi menos do que o esperado frente ao potencial do país.

A tendência é, na verdade, mundial.

De acordo com o relatório Tracking Clean Energy Progress da Agência Internacional de Energia (IEA), o desenvolvimento do mercado de aquecimento solar global diminui nos últimos anos devido a obstáculos econômicos, falta de apoio e poucos incentivos. Em muitos países, o aquecimento solar é uma tecnologia extremamente viável em relação à custos, mas os sistemas já são antigos. Para manter a relevância do setor, equipamentos mais eficientes e inovação serão essenciais para manter a atratividade do produto, assim como políticas que apoiem o aquecimento solar renovável.

Ainda assim, o aquecimento solar se mantém como coringa na descarbonização da matriz energética mundial, uma vez que muitos países ainda utilizam a queima de combustíveis fósseis para esse fim. Em outro relatório, publicado pela Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA), em 2050 o aquecimento solar fica com uma porção de 15% do uso final de energias renováveis no mundo. O potencial é grande, mas medidas serão necessárias para que seja possível alcançar as previsões otimistas da agência.

A energia solar fotovoltaica

Em um sistema fotovoltaico os painéis normalmente são constituídos por células de silício, que convertem a luz do sol diretamente em eletricidade. As células fotovoltaicas que compõem os painéis geram corrente elétrica ao ser expostas ao Sol. Esta energia passa por equipamentos elétricos, que tratam essa corrente para que ela fique com as características ideais para o consumo.

Foto panorâmica de projeto comercial da Solstício Energia. Foto no post de energia solar térmica e fotovoltaica.

Projeto de sistema fotovoltaico realizado pela Solstício Energia

A energia solar fotovoltaica cresceu de modo inesperado, ultrapassando as previsões de muitos especialistas. O investimento consistente da China no mercado de produção de paineis fotovoltaicos de silício cristalino foi um dos principais fatores para essa expansão. Em questão de cinco anos, os preços dos equipamentos caíram cerca de 80% e hoje a fonte solar fotovoltaica é a renovável que mais gera novos empregos no mundo. Além disso, de acordo com o relatório Perspectives for the Energy Transition da IRENA, o custo da eletricidade da solar fotovoltaica caiu 60% entre 2010 e 2016, mostrando que a fonte está se tornando cada vez mais competitiva.

LEIA TAMBÉM: Como a energia solar fotovoltaica é a renovável que mais cresce?

No Brasil, os principais incentivos à fonte fotovoltaica foram a isenção do ICMS sobre a energia excedente do sistema e a Resolução Normativa 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O sistema de compensação de energia elétrica previsto pela REN 482/2012 tem como benefício a possibilidade de economia na conta de luz. Nos meses em que o sistema de geração distribuída gerar mais do que consumir, serão disponibilizados créditos de energia. Esses créditos são válidos por 60 meses e podem ser abatidos na conta do próprio consumidor, entre outras modalidades.

Leia também: “Energia Solar até para quem mora em apartamento?”
“COOPERATIVA DO SOL – A nova empresa do Grupo Solstício Energia”

Energia solar térmica e fotovoltaica para o consumidor

Em resumo, a diferença entre as duas tecnologias fica evidente pelo próprio nome de cada uma delas. Enquanto a energia solar térmica é destinada ao aquecimento, a energia solar fotovoltaica gerará eletricidade ao cliente. Ambas são ótimas formas de eficiência energética e economia. Como a energia solar térmica está no mercado brasileiro de forma viável a mais tempo, a confusão acontece por muitos não saberem da existência da tecnologia fotovoltaica.

Ao instalar um sistema de energia solar térmica ou fotovoltaica, o consumidor ainda contribui para um mundo mais limpo e sustentável por escolher uma fonte renovável.

A Solstício Energia realiza projetos e soluções em energia solar fotovoltaica e se preocupa em descomplicar a transição para a tecnologia. Se você tem interesse em um sistema fotovoltaicoentre em contato com nossa equipe!

 

 

 

 

Leia também

FOTO DE CAPA: Revisão Tarifária Anual: Energisa Sul-Sudeste e

Revisão Tarifária Anual: Energisa Sul-Sudeste e Eletropaulo

Energia Solar até para quem mora em apartamento?

Energia solar: um futuro sustentável

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Comentários