Sistema Fotovoltaico: Perguntas Frequentes

29 setembro de 2016

Você tem interesse na energia solar fotovoltaica, mas ainda tem muitas dúvidas? A Solstício Energia fez um levantamento das dúvidas mais acessadas no nosso FAQ sobre o sistema fotovoltaico. Confira a lista com as 10 perguntas selecionadas!

1)Quais são as diferenças entre Energia Solar Térmica e Energia Solar Fotovoltaica?

Os painéis instalados nos telhados utilizados nos dois tipos de sistema solar são muito semelhantes (normalmente são retangulares, de cores escuras e instaladas nos telhados lado a lado), porém utilizam princípios completamente diferentes para aproveitar a radiação vinda do Sol. No caso da energia solar térmica, os painéis possuem dutos em que o fluído é aquecido e posteriormente acumulado num tanque térmico chamado boiler. Já no sistema fotovoltaico os painéis normalmente são constituídos por células de silício. Essas células convertem a luz do sol diretamente em eletricidade para alimentar lâmpadas, eletrodomésticos e demais aparelhos elétricos.

 

2) O que acontece quando está nublado ou de noite?

A geração de energia elétrica de um sistema fotovoltaico está diretamente ligada à quantidade de luz que os painéis recebem. Dessa maneira, quanto maior a quantidade de luz, mais eletricidade será gerada. Assim, a geração de energia elétrica varia com o passar das horas, dias e meses e por possíveis sombreamentos causados pelas nuvens e outros objetos que bloqueiam a luz solar. Durante a noite, o sistema deixa de gerar energia elétrica pela ausência do Sol. Assim, é muito importante a realização de um bom dimensionamento e projeto para que se obtenha o máximo de eficiência do sistema. Todos os tipos de sistemas fotovoltaicos possuem meios de suprir esta variação ou falta de luminosidade. Como exemplo temos baterias ou a própria rede elétrica convencional.

 

3) Como funciona o sistema solar fotovoltaico?

De maneira simplificada, o sistema fotovoltaico funciona da seguinte forma: as células fotovoltaicas que compõem os painéis geram corrente elétrica ao ser expostas ao Sol. Esta energia passa por equipamentos elétricos, que tratam essa corrente para que ela fique com as características ideais para o consumo. O equipamento será um inversor, que transformará a corrente gerada pelos painéis (corrente contínua) para os padrões das tomadas (corrente alternada de 60Hz com 220V).

 

4) Qual será a diferença em minha conta de luz ao instalar o sistema solar fotovoltaico?

Sua conta de luz será reduzida e essa redução varia de acordo com a geração elétrica mensal do sistema. Caso seu sistema gere mais energia que o consumido no mês, o excedente será utilizado para abater do custo do consumo nos próximos meses. Você terá até 60 meses após a geração de sua energia para usar tais créditos.

 

5) A energia fotovoltaica possui vantagens ambientais? Quais?

Sim. O efeito fotovoltaico que é interação entre o silício e a luz solar para gerar eletricidade não produz resíduos. Por isso, a energia solar fotovoltaica é considerada uma fonte de energia limpa e ecológica. Sabemos que a radiação solar é abundante e inesgotável na Terra, além de possuir enorme potencial de utilização. O silício, por sua vez, é considerado o segundo elemento mais encontrado na superfície terrestre, e pode ser reutilizado no final de seu ciclo de vida. Além disso, quanto mais se consegue aproveitar a radiação solar, menos combustível é queimado para gerar energia nas usinas termelétricas. Ou seja, é uma solução energética sustentável que evita a queima de combustíveis e consequentemente gases na atmosfera.

 

6) Posso utilizar aparelhos elétricos comuns com energia solar fotovoltaica?

Sim, a energia solar fotovoltaica possui as mesmas utilizações que a energia elétrica convencional. É preciso fazer um projeto de instalação de painéis condizente com a demanda e a finalidade de consumo. Vale lembrar de usar os equipamentos corretos que garantem a qualidade da eletricidade gerada.

 

7) É possível zerar a minha conta de luz ao instalar o sistema solar fotovoltaico em casa?

Não. Você ainda terá um custo mensal com sua conta de luz. Isso acontece porque os consumidores residenciais, comerciais e de propriedades rurais (grupo B) necessariamente pagarão o custo de disponibilidade da rede. Já os consumidores comerciais e industriais com maior carga (grupo A) terão de arcar com o custo da demanda contratada.

 

8) Em caso de apagão, ficarei sem luz utilizando um sistema solar fotovoltaico?

Depende. Os sistemas conectados à rede são desligados quando há problemas na rede elétrica por questões de segurança. Porém, se há a necessidade e desejo em garantir o fornecimento de energia elétrica em casos de falta de luz, será necessário dimensionar e  instalar um banco de baterias para eventuais emergências.

 

9) Com a instalação de um sistema solar fotovoltaico em casa, há a possibilidade de se economizar na energia?

Sim, com certeza. Especificamente no Brasil, a ANEEL aprovou a regulamentação intitulada resolução normativa 482. Essa norma permite a conexão de um sistema residencial e viabiliza o investimento através do sistema de compensação energético.

 

10) Preciso de baterias no sistema?

Depende da sua necessidade. Em sistemas conectados à rede as baterias não são necessárias, pois a própria rede elétrica convencional supre a demanda nos períodos noturno e de baixa insolação. Porém, para locais sem rede elétrica ou operações críticas em que o sistema autônomo ou UPS Solar são mais indicados, as baterias farão parte do projeto.

Tem mais dúvidas ou gostaria de um orçamento? Entre em contato com nossa equipe!